Serviço de Atendimento ao Consumidor – S.A.C

Precisando de ajuda? Nós temos respostas rápidas para as suas perguntas.

Para facilitar seu contato conosco, por favor, selecione o que você deseja:

 

Perguntas Frequentes

Como  armazenar o alimento do meu pet?

Se possível, deve-se armazenar o alimento em um pote plástico ou mesmo uma lata, para que a embalagem fique fechada e impossibilite a entrada de insetos ou microrganismos que possam estragá-lo. Em caso de não ter este recipiente, deve-se fechar bem a “boca” da embalagem, evitando a contaminação do produto. O local de armazenamento deve ser seco e ventilado, protegido do sol. A quantidade de alimento colocada no comedouro deve ser equivalente ao que será consumido pelo cão naquela refeição.

Como devo conservar os alimentos úmidos (alimento em latas, molhos, etc)?

Antes de abrir, o alimento deve ser conservado em ambiente seco e ventilado, protegido da luz solar e não necessita ser refrigerado. Após aberto, deve ser mantido sob refrigeração por no máximo 72 horas ou conforme a recomendação do fabricante.

Qual a melhor alimento para o meu pet?

O melhor alimento para seu pet irá depender de fatores como raça, idade, tamanho e estado de saúde. Alguns animais de companhia, por exemplo, precisam de alimentação especial, já que  problemas de saúde podem ser agravados por uma nutrição inadequada.O uso da alimentação adequada ajuda a manter a saúde do pet. A FVO produz alimentos para filhotes, cães adultos e para diferentes portes. Navegue no nosso site para conhecer melhor todas as opções de alimentos que você pode oferecer ao seu animal de estimação.E lembre-se, em caso de dúvidas procure a orientação de um veterinário ou do nosso departamento técnico.

Qual a diferença entre um alimento econômico, standard, premium, premium especial e superpremium?

Comercialmente, os alimentos secos para cães e gatos estão subdivididos em cinco grandes categorias: alimento econômico, standard ou padrão, premium, premium especial e superpremium. A qualidade nutricional destas categorias é definida, principalmente, pela digestibilidade do alimento, ou seja, quanto do alimento consumido o animal absorve. Assim, são econômicos os alimentos com até 70% de digestibilidade, o standard fica entre 70 e 75%, o premium entre 75 e 80%, premium especial entre 80 e 83% e superpremium acima de 83% de digestibilidade.

A FVO Alimentos se caracteriza por concentrar suas atividades no setor intermediário destas categorias de produtos, produzindo alimentos standard ou padrão, premium e premium especial.

Como saber a quantidade de alimento que devo fornecer ao  meu animal de estimação?

A quantidade de alimento  para um cão ou gato depende de seu tamanho, raça, temperatura ambiente, estado fisiológico (crescimento, adulto, senior, gestação, lactação, etc) e nível de atividade. Procure na embalagem informações sobre a quantidade recomendada pelo fabricante. Esta informação é um guia que serve para orientar a quantidade a ser fornecida aos animais. Como cada animal tem suas peculiaridades nutricionais, o proprietário deve adaptar as quantidades de acordo com a resposta de seu animal, ou seja aumentar se o animal estiver perdendo peso ou diminuir no caso de o animal engordar. Você pode verificar também, no site da FVO, onde estão listadas as recomendações de uso de todos os nossos produtos.

Quantas vezes por dia meu cão deve comer?

Cães são animais capazes de consumir todo o alimento que necessitam em uma única refeição. Todavia, isto não é nutricional ou fisiologicamente recomendado. No caso de filhotes e animais em crescimento, o indicado  é que a quantidade diária seja dividida em quatro a cinco refeições ao longo do dia. Conforme ocorre o crescimento do animal, deve ocorrer a diminuição na frequência diária. A partir do momento em que o cão atinja cerca de 80% do seu peso adulto estimado, o recomendado é fornecer duas a três refeições ao dia. Para evitar que se forneça mais alimento que o recomendado o ideal é separar numa vasilha, a quantidade diária a ser fornecida e dividí-la proporcionalmente ao número de refeições.

Quantas vezes por dia meu gato deve comer?

Os felinos, diferentemente dos caninos têm hábito alimentar de pequenas refeições ao longo do dia e da noite. Assim, no caso de alimento seco, este deve estar sempre a disposição do animal durante as 24 horas do dia. Alguns gatos concentram sua alimentação durante o dia e outros à noite. Portanto, é importante observar o comportamento alimentar de seu animal e colocar mais alimento de dia ou de noite, conforme o comportamento dele. O fornecimento do alimento seco deve ser dividido em pelo menos duas vezes ao dia, para que o alimento não fique exposto ao ar,  perdendo sua atratividade com o tempo. No caso de alimentação com alimento úmido, este deve ser fornecido quatro a cinco vezes ao dia, e as sobras descartadas, imediatamente após o animal se alimentar.

O que acontece se o meu cão comer alimento de gato?

É improvável que ocorra qualquer dano à saúde de um cachorro caso ele venha a comer alimento para gatos algumas poucas vezes. No entanto, pode haver implicações em longo prazo, caso um cachorro mantenha se alimentando regular com alimento para gatos. O alimento de gato contém uma quantidade diferente de nutrientes em relação ao alimento canino, devido as particularidades dos felinos.

Posso misturar um alimento de uma marca com outro de marca diferente?

Isto somente é recomendado, quando se deseja, ou seja necessário fazer a  troca de uma marca pela outra para que o animal se adapte ao novo alimento. Alimentos de marcas diferentes têm composição e densidades nutricionais diferentes, o que pode causar desequilíbrio ou deficiência nutricional. Portanto, no dia a dia, não é recomendado.

Posso dar comida caseira para os meus animais de estimação?

Se você não tem conhecimento das necessidades nutricionais de seu animal e não sabe fazer o balanceamento dos nutrientes que ele necessita, a resposta é não. A comida caseira, consumida pelos humanos, é totalmente inadequada do ponto de vista nutricional para os animais. Enquanto os humanos levam de 18 a 20 anos para atingir a maturidade corporal, os animais de companhia o fazem entre 6 a 18 meses, dependendo da espécie e da raça. Assim, o uso da comida caseira na alimentação dos animais, pode causar quadros de má formação óssea, obesidade ou desnutrição, alterações cardíacas, renais e hepáticas, acúmulo de tártaro e queda de pelo, entre outras adversidades. Além disso, o preparo e conservação da comida caseira são trabalhosos, predispondo a erros. A alimentação caseira pode ser usada apenas em casos de recomendação veterinária e com acompanhamento e formulação do mesmo.

Caso tenha alguma dúvida sobre um produto fabricado pela FVO, use este formulário de contato abaixo para expor seu questionamento. Será um prazer atende-lo(a). Não se esqueça de preencher todos os campos para respondermos mais rapidamente a sua solicitação.

Seu nome completo (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua cidade (obrigatório)

Seu estado (obrigatório)

Seu telefone (DDD + Telefone) (obrigatório)

Estabelecimento onde comprou o produto (obrigatório em caso de reclamação)

Lote e data de fabricação contidos no verso da embalagem (obrigatório em caso de reclamação)

Assunto

Sua mensagem

Nossos Telefones:

Serviço de atendimento ao Cliente

Unidade DF: (061) 3412-9200

Unidade SP: (019) 3563-2221

Unidade ES: (027) 3200-2190

Unidade PE: (081) 3351-1300

Horario de atendimento: segunda a sexta-feira das 8h às 12h – 14h às 18h

 

Produtos FVO – Garantia de bons negócios!

Para solicitar mais informações sobre como se tornar um revendedor dos produtos FVO, por favor, preencha o formulário abaixo. Se preferir, entre em contato por telefone, com nosso escritório. Teremos prazer em atendê-lo (a).

Razão Social / Nome (obrigatório)

Nome do responsável (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Endereço

Sua cidade (obrigatório)

Seu estado (obrigatório)

Seu telefone (DDD + Telefone) (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Como nos conheceu?

Nossos Telefones:

Serviço de atendimento ao Cliente

Unidade DF: (061) 3412-9200

Unidade SP: (019) 3563-2221

Unidade ES: (027) 3200-2190

Unidade PE: (081) 3351-1300

Horario de atendimento: segunda a sexta-feira das 8h às 12h – 14h às 18h